Trilha do Mirante – Pedra da Onça

São Francisco Xavier/SP. 

Essa viagem foi feita em novembro de 2016, na cidade de São Francisco Xavier/SP. Já havíamos ido para SFX em dezembro de 2011, mas na ocasião apenas fizemos apenas trilhas auto-guiadas próximas da pousada. Os relatos do passeio você confere aqui.

Desta vez, ficamos hospedados na pousada Canto dos Pássaros, que oferece hospedagem em chalés de madeira (alguns com varanda para o rio que passa atrás da propriedade) e área para camping.

Canto dos Pássaros.

Canto dos Pássaros.

Canto dos Pássaros.

Canto dos Pássaros.

Canto dos Pássaros.

Canto dos Pássaros.

Canto dos Pássaros.

Canto dos Pássaros.

Canto dos Pássaros - área para camping.

Canto dos Pássaros – área para camping.

Banheiros/Vestiários para quem está acampando.

Banheiros/Vestiários para quem está acampando.

Canto dos Pássaros -   Estacionamento.

Canto dos Pássaros – Estacionamento.

A atividade até o mirante foi contratada junto a agência Mantiqueira Ecoaventura, dos mesmos proprietários da pousada.

banner-mundo4u

A trilha da Pedra da Onça tem início em frente a Fazenda Monte Verde, distante uns 7km do centrinho de São Francisco Xavier. A estradinha até lá é de terra/cascalhos. Quando fomos estavam iniciando obras de asfaltamento, mas não acredito que a pavimentação chegará até a fazenda. A conferir.

Fazenda Monte Verde, em São Francisco Xavier.

Fazenda Monte Verde, em São Francisco Xavier.

Estacionamos o carro numa área aberta próxima a fazenda, fizemos nosso alongamento e iniciamos a caminhada.

A trilha toda, ida e volta, tem aproximadamente 11km e alcança 1960 metros de altitude, de onde é possível avistar todo o Vale do Paraíba e sul de Minas Gerais.

A agência classifica a dificuldade da trilha como moderada/avançada. E com razão. Apesar de não existirem muitos obstáculos no caminho, são 5 km de subida com poucas áreas planas. O uso de um cajado ou bastão de caminhada é aconselhável. Se você não tiver, a agência faz o empréstimo.

banner-turismo-mondial-15off

Começamos a caminhada até o mirante da Pedra da Onça por volta de 8h30min, e demoramos aproximadamente 2 horas para chegar ao topo, com uma ou duas paradas para recuperarmos o fôlego, tomarmos água e comermos alguma coisinha.

A maior parte da trilha é como nesta imagem.

A maior parte da trilha é como nesta imagem.

Durante a caminhada o guia disse que, com sorte, é possível avistar o macaco Muriqui, o maior primata da América, atualmente em extinção. Não tivemos essa sorte, mas vimos lagartos, pássaros de cores diferentes, e insetos como besouro e um caracol “gigante”.

Lagarto - Trilha do Mirante - Pedra da Onça.

Lagarto – Trilha do Mirante – Pedra da Onça.

Esse aí da foto é o Tangará.

Esse aí da foto é o Tangará.

Besouro - Trilha do Mirante - Pedra da Onça.

Besouro – Trilha do Mirante – Pedra da Onça.

Sapinho - Trilha do Mirante - Pedra da Onça.

Sapinho – Trilha do Mirante – Pedra da Onça.

Uma diplópode (ou piolho-de-cobra) gigante.

Uma diplópode (ou piolho-de-cobra) gigante.

Nunca havia visto um piolho-de-cobra tão grande assim.

Nunca havia visto um piolho-de-cobra tão grande assim.

Muito menos um caracol deste tamanho.

Muito menos um caracol deste tamanho.

Ele era quase do tamanho do meu óculos.

Ele era quase do tamanho do meu óculos.

Em determinado ponto da trilha existe uma demarcação de fronteira estadual, separando São Paulo de Minas Gerais, e como caminhamos pela crista da montanha, as vezes estamos com um pé em Minas e outro em São Paulo.

Bóra subir a trilha.

Bóra subir a trilha.

Marco da divisa dos Estados de SP e MG.

Marco da divisa dos Estados de SP e MG.

O dia estava com um pouco de nebulosidade, então a visão lá de cima do mirante não estava tão limpa, de longo alcance. Mas nem por isso deixou de ser impressionante.

Pouco antes do ponto final, o Livro de Assinaturas da trilha.

Pouco antes do ponto final, o Livro de Assinaturas da trilha.

Quase chegando ao final da trilha.

Quase chegando ao final da trilha.

Lá no mirante fizemos uma parada mais demorada um pouco, para descansarmos, sacar algumas fotos e um lanche mais reforçado.

Mirante - Pedra da Onça - São Francisco Xavier.

Mirante – Pedra da Onça – São Francisco Xavier.

Mirante - Pedra da Onça - São Francisco Xavier.

Mirante – Pedra da Onça – São Francisco Xavier.

Dona patroa admirando a paisagem.

Dona patroa admirando a paisagem.

Mirante - Pedra da Onça - São Francisco Xavier.

Mirante – Pedra da Onça – São Francisco Xavier.

Ao fundo, os picos de Monte Verde/MG.

Ao fundo, os picos de Monte Verde/MG.

Recuperada a energia, era só tocar para baixo. Somando ida e volta, a trilha teve duração de 5h22min.