Passeio de um dia em Positano e Amalfi

Conhecendo a famosa Costa Amalfitana.

Quando escolhemos a região de Campânia, na Itália, para terminar nosso passeio de férias após alguns dias na Grécia, não foi apenas para conhecer a Ilha de Capri ou visitar as ruínas de Pompéia. A Costa Amalfitana também estavam no roteiro.

Uma pena não termos combinado com São Pedro, pois o domingo 17/05/15 amanheceu bem nublado e a previsão não indicava nenhuma melhora. A cidade de Positano, assim como as demais cidades da Costa Amalfitana, tem em suas praias as principais atrações. Mesmo assim, seguimos para a praça em frente à estação de trens, de onde partem os ônibus para as cidades da Costa Amalfitana.

Em vários blogs pesquisados antes da viagem vimos que a sugestão para melhor aproveitar a Costa Amalfitana é ficar hospedado por lá. Até pesquisamos alguns hotéis em Positano, mas os preços não estavam tão atrativos. Além disso, a cidade fica na encosta da montanha e não possui muitas ruas. Logo, o taxi lhe deixará próximo do seu hotel e você terá que subir ou descer as ladeiras carregando a sua bagagem.

Mas isso não deve impedir você de se hospedar em Positano ou qualquer outra cidade da Costa Amalfitana. Apenas consideramos que para nós o esforço não era válido para apenas uma noite.

Outra sugestão bastante encontrada nos sites e blogs é para alugar um carro para curtir a Costa Amalfitana com mais liberdade. Eu adoro dirigir, menos nas férias. Acho que é uma tensão desnecessária. E depois de ter visto através do ônibus como é dirigir pela Costa Amalfitana (veja mais abaixo), acho que acertamos na decisão de não dirigir.

banner-mundo4u

Por falar em ônibus, no post anterior comentamos sobre os valores diferentes das passagens de ônibus, encontrados nos sites de transporte e no Posto de informações turísticas.

Existe um sistema integrado de transporte entre as vinte ‘comuni’ da Costa Amalfitana (Agerola, Amalfi, Atrani, Cetara, conca dei Marini, Furore, Maiori, Massa Lubrense, Meta di Sorrento, Minori, Positano, Piano di Sorrento, Praiano, Ravello, Salerno, Sant’Agnello, Scala, Sorrento, Tramonti, Vietri sul mare). Os bilhetes têm validade de quarenta e cinco minutos, noventa minutos, vinte e quatro horas ou de três dias, cada um com um valor (veja mais aqui e aqui).

Outra opção para quem não quer dirigir é usar os ônibus turísticos City SitghSeeing – Coast to Coast, mas precisa ficar atento com uma pegadinha no preço: tem um valor único cobrado pelo dia inteiro, onde você pode descer e subir em quantas paradas desejar, mas o bilhete é só de ida; precisa pagar o bilhete da volta para Sorrento também.

Nós adquirimos um bilhete de vinte e quatro horas, comprado na banca de jornal que tem ao lado da entrada da estação de trens, e partimos para o nosso primeiro destino: Positano.

Ponto de venda de passagens de ônibus, ao lado da estação de trens de Sorrento.

Ponto de venda de passagens de ônibus, ao lado da estação de trens de Sorrento.

Passagens de 24 horas para Costa Amalfitana.

Passagens de 24 horas para Costa Amalfitana.

Horário dos ônibus entre Sorrento e Amalfi.

Horário dos ônibus entre Sorrento e Amalfi.

Placa indicando o ponto de ônibus para Amalfi.

Placa indicando o ponto de ônibus para Amalfi.

Ônibus da SITA, que percorre a Costa Amalfitana.

Ônibus da SITA, que percorre a Costa Amalfitana.

Durante o trajeto de ida, o mar estará à sua direita. Logo, a dica é sentar-se ao lado direito do ônibus para conseguir as melhores fotos. Para tanto, chegue cedo ao ônibus, pois são os primeiros lugares a serem ocupados.

Nós nos sentamos ao lado esquerdo, mas isso não fez muita diferença pois os vidros das janelas do ônibus estavam sujos.

Emocionante mesmo foi ver o quão hábil precisa ser para dirigir pela Costa Amalfitana. Algumas curvas são tão fechadas que existem espelhos convexos para auxiliar os motoristas de ambas as mãos de direção. Independente do espelho, a cada curva o motorista dá uma buzinada para alertar quem vem na mão contrária.

Espelhos convexos nas curvas da estrada da Costa Amalfitana.

Espelhos convexos nas curvas da estrada da Costa Amalfitana.

Para “ajudar”, além de não ter acostamento, em alguns trechos a estrada fica tão estreita que parece não caber outro veículo passando junto com o ônibus.

Saltamos na primeira parada de Positano. Se não me engano tem mais uma ou duas. Ali do ponto de ônibus já deu pra ter uma noção de o quanto teríamos que descer para chegar até a praia (e subir depois!). Li sobre algumas trilhas legais para fazer em Positano, mas não teríamos tanto tempo assim na cidade. O site da cidade, inclusive, traz bastantes dicas de passeios, e está todo em português.

Positano, na Costa Amalfitana.

Positano, na Costa Amalfitana.

Já que o ditado diz que para baixo todo santo ajuda, iniciamos nossa caminhada. O caminho mais fácil, porém mais longo, é seguindo pela rua, fazendo zigue-zagues. Mas existem atalhos por entre as casas, em caminhos estreitos cheio de degraus, que formam cenários encantadores e rendem boas fotos, para encurtar o caminho.

banner-turismo-rodape

Se estiver de carro, prepare a paciência, pois as vagas de estacionamento são poucas na cidade.

Se estiver de carro, prepare a paciência, pois as vagas de estacionamento são poucas na cidade.

E prepare também o bolso, pois é preciso pagar para estacionar.

E prepare também o bolso, pois é preciso pagar para estacionar.

Existe sinalização nas ruelas para chegar até o centro e praias.

Existe sinalização nas ruelas para chegar até o centro e praias.

Entre uma escadaria e outra, alguns pontos para ótimas fotos.

Entre uma escadaria e outra, alguns pontos para ótimas fotos.

Escadarias para chegar ao centro de Positano.

Escadarias para chegar ao centro de Positano.

Não deve ser fácil morar em Positano, com tantos degraus.

Não deve ser fácil morar em Positano, com tantos degraus.

Igreja de Positano.

Igreja de Positano.

Já na parte baixa, antes de vermos como é a praia de Positano, paramos para tirar algumas fotos da igreja da cidade.

Catedral de Positano.

Catedral de Positano.

Maquete na Catedral de Positano.

Maquete na Catedral de Positano.

Catedral de Positano.

Catedral de Positano.

Catedral de Positano.

Catedral de Positano.

Comércio de Positano.

Comércio de Positano.

Vimos um cartaz com algumas regras da cidade, e creio que descumpri-las pode render alguma multa.

Positano: regras da cidade.

Positano: regras da cidade.

  • Não é permitido o consumo de comida e bebidas nas ruas e praças.
  • Não jogue lixo nas ruas.
  • Não ande com roupas de banho e não durma nas ruas e praças.
  • Não fique gritando e incomodando os outros.
  • Traga seus cães em coleiras e recolha a sua sujeira.

Assim como muitas outras cidade praianas da Itália, e da Europa como um todo eu acredito, existe uma faixa de mar chamada “Praia Pública” e uma faixa reservada que são as “Praias Particulares”.

Obviamente, ao chegarmos à Marina Grande de Positano, ficamos na parte grátis. Ali não tem cadeira, espreguiçadeira, nada. No outro lado da cerquinha, ao custo de cinco a oito euros (depende da cidade), você tem essas regalias inexistentes nas praias públicas.

Positano - Marina Grande: praia pública.

Positano – Marina Grande: praia pública.

Positano - Marina Grande: praia particular.

Positano – Marina Grande: praia particular.

Nós nem estávamos com roupa de banho, visto a previsão de tempo nublado. Mas não é que o Sol deu as caras quando chegamos ali na praia?

Não existe areia na praia da Marina Grande de Positano. Não como nós brasileiros conhecemos. Tem uma faixa de areia cinza bem fina e depois é tudo pedra. Lembra a praia de Perissa em Santorini.

Positano: praia pública Marina Grande.

Positano: praia pública Marina Grande.

A praia tem essa areia grossa e escura, antes da camada de pedras.

A praia tem essa areia grossa e escura, antes da camada de pedras.

A praia é formada por uma camada de pedras ao invés de areia.

A praia é formada por uma camada de pedras ao invés de areia.

E no meio dessas pedras escuras, existem outras de tamanho bem menor que são coloridas. Tem verde, azul, marrom, vermelha e até transparente. Muito belo.

No meio das pedras escuras, algumas pedrinhas coloridas.

No meio das pedras escuras, algumas pedrinhas coloridas.

Depois de um tempo ali admirando o mar, criamos coragem para pegar o caminho morro acima, até o ponto de ônibus, para seguirmos até Amalfi.

Escadarias de Positano, agora para subir.

Escadarias de Positano, agora para subir.

De vez em quando, olhe para trás e admire a paisagem de Positano.

De vez em quando, olhe para trás e admire a paisagem de Positano.

E crie ânimo para encarar mais um conjunto de degraus.

E crie ânimo para encarar mais um conjunto de degraus.

Se quiser, pare para almoçar com vista para o mar.

Se quiser, pare para almoçar com vista para o mar.

Estávamos com uma noção de qual seria o horário em que o ônibus passaria por ali, mas ele atrasou um pouco. Enquanto isso, ficamos vendo o trânsito da estreita esquina próxima do ponto de ônibus.

O caminho de Positano até Amalfi também tem muitas paisagem merecedoras de foto. Mas isso se você estiver de carro ou lambreta, pois pela janela do ônibus fica um pouco complicado.

Saltando em Amalfi, seguimos pela rua principal da cidade, olhando as lojas e escolhendo um lugar para almoçarmos. Paramos no La Galea, onde pedimos o básico: um Spaghetti alla Carbonara e outro alla Bolognese.

Amalfi, cidade que cede o nome para a Costa Amalfitana.

Amalfi, cidade que cede o nome para a Costa Amalfitana.

Restaurante La Galea, em Amalfi.

Restaurante La Galea, em Amalfi.

Restaurante La Galea, em Amalfi.

Restaurante La Galea, em Amalfi.

Salada mista.

Salada mista.

Spaghetti alla carbonara.

Spaghetti alla carbonara.

Spaghetti alla bolognese.

Spaghetti alla bolognese.

Depois andamos um pouco mais pela cidade, tomamos um gelatto e fomos ver a famosa Catedral de Amalfi. E tome escada para subirmos até ela.

Amalfi, na Costa Amalfitana.

Amalfi, na Costa Amalfitana.

Comércio de Amalfi, na Costa Amalfitana.

Comércio de Amalfi, na Costa Amalfitana.

Amalfi também produz Limoncello.

Amalfi também produz Limoncello.

E deliciosos sorvetes!

E deliciosos sorvetes!

No alto da escadaria, a Catedral de Amalfi.

No alto da escadaria, a Catedral de Amalfi.

A entrada na Catedral de Amalfi é paga. Estava três euros por pessoa. Não sei se acertamos ou não, mas decidimos não pagar para ver.

Catedral de Amalfi.

Catedral de Amalfi.

Preço da entrada para visitar a Catedral de Amalfi.

Preço da entrada para visitar a Catedral de Amalfi.

Amalfi, na Costa Amalfitana.

Amalfi, na Costa Amalfitana.

 

Fizemos só fotos externas e depois seguimos para o píer para ver o mar, a panorâmica da cidade e as pessoas na pequena praia central, antes de retornamos para Sorrento.

Fonte na cidade de Amalfi.

Fonte na cidade de Amalfi.

Estacionar em Amalfi é mais caro do que em Positano.

Estacionar em Amalfi é mais caro do que em Positano.

Praia de Amalfi.

Praia de Amalfi.

Amalfi, na Costa Amalfitana.

Amalfi, na Costa Amalfitana.

Fonte na cidade de Amalfi.

Fonte na cidade de Amalfi.

O jantar da noite foi novamente na Taverna Dell 800. Fui de Gnocchi alla Sorrentina e Dona Patroa, para variar, foi de arroz (risoto).
Fechamos nosso último dia em Sorrento caminhando pelas simpáticas ruas da cidade.

Bruschetta como entradinha.

Bruschetta como entradinha.

Risoto para a Dona Patroa.

Risoto para a Dona Patroa.

Gnocchi para mim.

Gnocchi para mim.

Esse passeio bate-volta pela Costa Amalfitana foi legal, mas sem dúvidas visitar a região com mais tempo é o aconselhável.