#BRexit – O que muda para o turista brasileiro?

23 de junho de 2016 – o dia do Bye Bye EU. 

O assunto mais comentado do momento entre os viajantes é a saída do Reino Unido da União Europeia.

Todos querem saber o que muda para para nós, brasileiros, que pretendemos turistar pelas terras da rainha.

Em termos práticos, não muda quase nada. O Reino Unido, formado pela Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte, mesmo pertencendo à União Europeia, nunca se converteu ao Euro, sendo a Libra Esterlina a sua moeda oficial. Ou seja, fica tudo como está.

libra_esterlina

O Reino Unido é signatário do Tratado de Schengen, aquele acordo de livre circulação de pessoas pelas fronteiras dos países membros sem a necessidade de apresentação de vistos ou passaportes. As informações são de que o Reino Unido continuará signatário deste acordo. Ou seja, brasileiros não precisarão de visto para visitar a Rainha. Mas…

… ainda teremos que apresentar o nosso passaporte na entrada (e preencher um questionário e às vezes até responder um questionário) e na saída. Como já é feito hoje.

banner-mundo4u

Para o brasileiro que tem dupla cidadania e utiliza o passaporte europeu para circular pela Europa, no caso de turismo nada deve mudar também. Mas se a intenção é fixar residência no Reino Unido, o passaporte europeu provavelmente não será mais de grande ajuda, pois  vistos deverão ser solicitados para brasileiros e europeus. Ainda não está definido.

A única certeza é de que muita água ainda vai passar debaixo da Tower Bridge até tudo se resolver.

brexit

Especulando: dizem que a saída do Reino Unido pode gerar um efeito dominó e incentivar a saída de outros países. Não acreditamos muito nesta tese, mas, se ocorrer, desde que os países continuem signatários do Tratado de Schengen, o impacto será pequeno, talvez criem controles de entrada e saída nas fronteiras. O impacto maior será se mudarem a moeda, deixando de usar o Euro.

banner-turismo-mondial-15off